Reset da Password

Faça a Sua Reserva
Pesquisa Avançada
Your search results
Fevereiro 1, 2019

Horta afirma-se como destino de Turismo de Congressos

“Estamos a intervir em várias áreas porque queremos dizer “presente” num momento de viragem do turismo e com Portugal e os Açores a serem locais de eleição pelos turistas”, afirmou José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta na sessão de abertura do Congresso da APECATE que decorre, até dia 1 de fevereiro, na Horta.

Para José Leonardo Silva, “a realização na ilha do Faial, deste Congresso da Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos, num espaço que para nós tem grande simbolismo, é um sinal do trabalho incansável realizado pelos vários agentes locais. Mas é igualmente sinal que, na ilha do Faial, mais uma vez e quebrando a sazonalidade, revelamos capacidade para receber um grande evento, na área dos congressos, que movimenta cerca de 170 participantes, e que traz até nós partilhas de experiências fundamentais também para nós, numa altura crucial do nosso desenvolvimento ligado ao setor do turismo.”

Pela primeira vez a APECATE – Associação Portuguesa das Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos – escolheu os Açores, mais concretamente a ilha do Faial, para realizar o seu congresso, sobre o tema “Da moda à consolidação – caminhos e desafios do Turismo em Portugal”.

Os vários painéis que vão animar estes dois dias de reflexão tocam questões que pretendem realizar as grandes apostas de todos os congressos da APECATE: colocar problemas que afetam os setores que representa, no continente, na Madeira e nos Açores, propor e debater soluções e enriquecer, com momentos formativos de qualidade, este fórum empresarial.

Reconhecendo que a Horta está numa fase crucial de crescimento do Turismo, no Faial e nos Açores, José Leonardo Silva elenca ainda como importante, que se aposte na formação para a arte de bem receber. Fez ainda alusão à parceria que está a ser ultimada com a Ordem Terceira do Carmo,para que possa ser impulsionado no Faial o Turismo Religioso.

“Esta é uma área com grande potencial, numa Horta antiga marcada pelos seus colégios e igrejas, e à presença das companhias religiosas carmelitas, jesuítas e franciscanas, com muito desse património ainda por descobrir”, frisou, acrescentando ainda o facto da CMH estar, com o Turismo de Portugal a promover a concessão do Quartel do Carmo, no âmbito do projeto “Revive”.

Para o Presidente da autarquia faialense, “estamos também a fazer muita pressão para que as nossas acessibilidades possam ser cada vez mais melhoradas, não só por via marítima, dada a nossa existência no vértice deste Triângulo de ilhas que são o Faial, o Pico e São Jorge, e que movimenta por ano milhares de passageiros, mas sobretudo por via aérea, para que possamos estar cada vez mais próximo, ponto a ponto com outras cidades europeias”.

Para além disso, José Leonardo Silva, referiu-se ainda às diversas obras que estão a decorrer na cidade da Horta, mais concretamente a Frente Mar e o Centro de Acolhimento Empresarial, justificando as intervenções com o facto de “ queremos dizer “presente” num momento de viragem do turismo e com Portugal e os Açores a serem locais de eleição pelos turistas.”

Durante estes dois dias vão estar em cima da mesa: a certificação de destinos e produtos; as responsabilidades inadiáveis do turismo sustentável; a urgência e complexidade de um ordenamento do mar enquanto recurso e espaço de eventos, recreação e lazer; as dificuldades e potencialidades da legislação laboral; o marketing digital como ferramenta de promoção num mundo globalizado e ferozmente competitivo; e os desafios da auto-regulação quer na animação turística quer no sector dos eventos e congressos.

Texto e Fotos: Município da Horta

Categoria: Turismo
Partilhar

Deixar um Feedback