Reset da Password

Faça a Sua Reserva
Pesquisa Avançada
Your search results
11 de Novembro, 2020

Braga, Algarve e Açores no top 20 da Forbes dos melhores locais para viver, investir e trabalhar

A edição norte-americana da revista Forbes reuniu numa lista os melhores locais para os cidadãos e empresários norte-americanos viverem, investirem e trabalharem na Europa. Neste top 20, elaborado a partir de uma primeira selecção de 120 cidades ou regiões, entram três destinos portugueses: Braga, Algarve e Açores.

No que a Braga diz respeito, a Forbes sublinha que abertura e empreendedorismo são duas qualidades importantes que podem ser encontradas nesta cidade no Norte de Portugal. “Esqueçam os clichés dos latinos a torrar ao sol, os portugueses são qualificados e trabalhadores e falam inglês muito melhor do que muitos dos seus vizinhos europeus”, indica a Best European Destinations (EBD), organização parceira da Forbes nesta iniciativa.

Segundo a Forbes, Braga é a terceira cidade de Portugal e a mais feliz. Destaca-se a qualidade de vida, os espaços verdes e as escolas internacionais, atributos que poderão ser especialmente apelativos para os norte-americanos. Braga é apresentada também como uma boa aposta para quem deseja investir em turismo, sendo uma das cidades com maior taxa de crescimento neste sector a nível europeu.

Descendo para o Algarve, a Forbes começa por destacar a baixa densidade populacional desta região, mas também os mais de 330 dias de sol que por aqui se vivem. Esta será, aliás, uma das razões pela qual tem atraído ao longo dos anos ingleses, franceses, alemães ou italinos que procuram uma nova residência para a etapa da reforma.

A EBD recomenda São Bras de Alportel, Aljezur e Lagos, sendo que a última será mais indicada para estadias curtas. O Algarve é recomendado, no geral, para nómadas digitais e famílias, mas é melhor que verifiquem primeiro as condições de internet nas zonas mais remotas.

Por fim, os Açores. São muitos os portugueses que emigraram para os EUA, mas a Forbes recomenda agora o trajecto inverso: «A planear deixar os EUA para se estabelecer na Nova Zelândia ou até na Islândia, mas não está muito contente em relação às temperaturas e ao custo de vida? Os Açores são aquilo de que precisa?»

A Forbes sublinha que há vários incentivos promovidos pelo governo regional para atrair negócios e startups, nomeadamente IVA reduzido. Destaca-se ainda o preço baixo por metro quadrado (quase três vezes inferior à média nos EUA).

Fonte: Executive Digest

Categoria: Turismo
Partilhar

Deixar um Feedback