Reset da Password

Faça a Sua Reserva
Pesquisa Avançada
O resultado da sua pesquisa:
Dezembro 4, 2018

13 Razões para Visitar os Açores

À descoberta dos segredos mais bem escondidos de Portugal

1. Grande Rota em Santa Maria. Este percurso circular, com 78 km de extensão, permite percorrer as diferentes geomorfologias da ilha mais antiga do arquipélago. Encontra-se dividido em quatro etapas de aproximadamente 20 km cada, com possibilidade de alojamento entre estações (Turismo em espaço rural e albergues).

2. Poça de Simão Dias em São Jorge. A Poça de Simão Dias, localizada na costa da Fajã do Ouvidor, na ilha de São Jorge, é, sem dúvida, o local perfeito para um belo mergulho de Verão. Esta piscina natural, chamada de poça pelos açorianos, teve origem numa formação geológica, que transformou esta paisagem num verdadeiro paraíso na terra.

Poça Simão Dias, foto: vortexmag.net


3.
Slavonia, nas Flores. O Parque Arqueológico Subaquático do Slavonia permite visitas aos vestígios do paquete de luxo Royal Mail Ship Slavonia, que há mais de cem anos, a 3 de junho de 1909, encalhou no lugar do Lagedo, na ilha das Flores, devido ao nevoeiro. Representativo das grandes vagas de emigração europeias para os EUA, ao mergulhar neste navio poderá desfrutar da biodiversidade marinha existente na zona, representativa dos ambientes costeiros da região.


4.
Ecomuseu do Corvo. A vila do Corvo, na ilha do Corvo, a mais pequena ilha dos Açores, é um Ecomuseu. Aqui a comunidade corvina defende, compreende e gere o seu património para o desenvolvimento sustentável. A riqueza e singularidade deste povo seriam difíceis de representar no acervo de um museu tradicional. Assim, é a própria vila o museu desta ilha com 17,12 m2

As “13 Razões para Visitar os Açores” tem o apoio de:

Nos Açores, a natureza é palco para umas férias ativas e inesquecíveis !!

5. Observação de Cetáceos. Os Açores têm ocupado o seu lugar no mundo como um dos melhores sítios para se observar as cerca de 25 espécies de cetá- ceos, residentes e migratórias, que aparecem no mar deste arquipélago. Uma verdadeira experiência a não perder! Entre as espécies mais comuns que se podem observar estão cachalote, baleia azul e baleia comum

Observação de Cetáceos, foto: norbertodiver.pt


6.
Mergulho. Os Açores são o local perfeito para a prática de mergulho pela diversidade dos inúmeros spots que proporcionam desde mergulhos costeiros, abrigados pelas baías, até aos bancos submarinos, tornando-se um destino que facilmente se adapta aos diversos graus de experiência do mergulhador. No arquipélago, podem encontrar-se grandes pelágicos, jamantas e tubarões, recorrendo a serviços especializados e profissionais que os centros de mergulho disponibilizam.

Mergulho com Mantas, foto: norbertodiver.pt


7.
Percursos Pedestres. Durante séculos, nos Açores, a maneira mais fácil de viajar entre localidades, na mesma ilha, era por mar: na realidade os caminhos eram escassos e poucos possibilitavam passagem a carruagens ou carros de bois. É essa rede de caminhos pedestres e trilhas que tem vindo a ser reabilitada e posta à disposição de todos para usufruto da paisagem Açoriana. Na realidade, cada um desses trilhos passa em zonas de beleza excepcional, ligando quase todos os recantos de cada uma das ilhas, tanto junto ao mar, como em altitude.

Percursos Pedestres, foto: visitazores.com


8.
 Surf. Os Açores apresentam algumas das melhores condições para a prática de Surf no Mundo, sendo possível praticar a modalidade ao longo de todo o ano. A temperatura tépida das águas e as ondas suaves e perfeitas proporcionam excelentes condições para a aprendizagem da modalidade ou para uma surftrip em família, nos meses de verão.

9. A Montanha do Pico é o ponto mais alto de Portugal, com 2351 m de altitude, e a sua presença impõe-se em pleno oceano Atlântico. Ver o nascer ou o pôr-do-sol do topo dos Açores, a imensidão do mar e as outras ilhas em seu redor é uma experiência única que nunca irá esquecer.

Subida ao Pico, foto: Carlos Bernardo / omeuescritorioelafora.pt


10.
Observação de Aves. Para além do Priolo (uma das aves mais raras da Europa) e do Paínho-de-monteiro ave ainda mais rara, destacam-se o Canário-da-terra, o Tentilhão, a Estrelinha, o Pombo-torcaz e o Milhafre. Os Açores têm também as populações mundiais mais importantes de Cagarros e Garajau-rosado

11. Golfe. O arquipélago dos Açores possui três magníficos campos de golfe: Campo de Golfe da Batalha e Campo de Golfe das Furnas, localizados na ilha de São Miguel, e o Clube de Golfe da Ilha Terceira. Todos eles proporcionam um contacto ímpar com a natureza, sem qualquer tipo de construções junto dos seus percursos e com uma vegetação luxuriante. Venha jogar e relaxar em plena natureza açoriana.

12. Passeios a Cavalo. Nos Açores, andar a cavalo é, mais do que um desporto, uma tradição. Acredita-se que o cavalo está presente no arquipélago desde a sua ocupação. A passo ou a trote, a descoberta de trilhos e lagoas, montado numa sela ou sentado numa charrete, é uma experiência inesquecível Existem nas ilhas diversos centros hípicos e empresas de animação turística com programas de passeios equestres e aulas de equitação, disponíveis todo o ano e acessíveis até para quem nunca montou a cavalo.

13. Voo Livre. Os Açores são considerados como um destino singular para a prática do parapente, com variadíssimos spots, bem como zonas de descolagem e aterragem que combinam a experiência com uma paisagem incrível. É possível voar durante todo o ano, mas os meses de verão são os melhores para a prática da modalidade. Desde voos técnicos em cross country, passando por crateras vulcânicas, lagoas, praias a falésias costeiras, a diversão nos voos é garantida.

Parapente, Foto: Youtube / Benjamin Teixeira

 

Está nos seus planos visitar os Açores?
Convidamos a explorar as melhores ofertas de alojamento local aqui, no Azorean Rooms.

Fonte: Portugal de Norte a Sul

Categoria: Turismo

Deixar um Feedback

O seu email não será publicado.

error: Conteúdo protegido !!